Subsídios FRIDA

Os Subsídios FRIDA concedem apoio financeiro para projetos de pesquisa e iniciativas inovadoras que procuram explorar estratégias para promover o acesso à Internet e o uso de tecnologias para impulsionar o desenvolvimento social e econômico da região.

Os subsídios destinam-se a apoiar o teste de ideias e projetos em seus estágios iniciais de desenvolvimento. Se a sua iniciativa já está em andamento, convidamos você a considerar os Prêmios e Escalamentos.

Os projetos apresentados devem estar em conformidade com as seguintes características:

  • Componente tecnológico: Em todos os casos, os projetos devem ter um componente tecnológico com o qual eles tenham procurado responder a um problema social.
  • Inovação: As soluções propostas devem ser inovadoras, isto é, apresentar novas estratégias, conceitos, ideias, metodologias e processos que respondam às necessidades sociais e fortaleçam às comunidades que procuram atender.
  • Impacto social: As soluções propostas devem procurar gerar valor social e demonstrar como abordarão as necessidades de comunidades específicas.

Cada subsídio será de US$20.000. Os projetos selecionados vão ter 12 meses para a implementação das atividades.

Chamada 2018

Em 2018, o programa FRIDA irá focar seu financiamento em dois temas prioritários: Tecnologias e Gênero e Redes Comunitárias. Mais informações sobre esta nova abordagem aqui.

Serão oferecidos três subsídios distribuídos da seguinte forma.

Subsídio Tecnologias e Gênero

A disparidade de gênero na tecnologia continua sendo um desafio na América Latina e o Caribe. O Programa FRIDA outorgará um subsídio para um projeto que procure desenvolver soluções inovadoras focadas na promoção da igualdade de gênero e na liderança das mulheres no campo das tecnologias e da indústria da Internet. Serão priorizadas as iniciativas que trabalhem em torno a:

  • O desenvolvimento de habilidades digitais entre mulheres e meninas (codificação, gestão de redes e segurança, IPv6, Big Data, Robótica, Internet das Coisas, Inteligência Artificial, Computação na Nuvem, entre outras);
  • A participação das mulheres nos mercados digitais e seu acesso a trabalhos em tecnologia;
  • A aplicação de estratégias para defender os direitos digitais, maior segurança e inclusão de mulheres e meninas online;
  • O envolvimento das mulheres na implementação da infraestrutura da Internet para promover o acesso e adoção da Internet.

Os projetos deverão estar liderados por uma mulher, e serão priorizadas candidaturas de equipes de trabalho formadas em sua maioria por mulheres.

Subsídios Redes Comunitárias

As redes comunitárias oferecem uma via para que comunidades remotas, atualmente desatendidas, se organizem para desenvolver soluções locais que lhes permitam acessar à Internet. A expressão “redes comunitárias” no contexto desta chamada refere a redes de acesso à Internet, construídas e operadas por cidadãos que querem conectar a sua comunidade, cidade ou vilarejo. Às vezes estas redes têm alcance limitado e geralmente operam em comunidades com menos de 3.000 pessoas, embora haja casos de redes que conectam mais de 50.000 usuários.

FRIDA outorgará dois subsídios para projetos que procurem explorar inovações para contribuir para o desenvolvimento de redes comunitárias na América Latina e o Caribe. Serão aceitas candidaturas que trabalhem em torno de uma ou mais das seguintes áreas:

  • Inovações em modelos de negócio para o desenvolvimento e consolidação das redes comunitárias.
  • Soluções técnicas, que incluem o desenvolvimento de dispositivos e melhorias para a gestão de redes.
  • Desenvolvimento de conteúdos locais para promover um uso da Internet que responda às necessidades relevantes e significativas para os novos usuários.
  • Promoção da regulamentação que habilite e potencialize o desenvolvimento das redes comunitárias.

As organizações que poderão se candidatar são aquelas que trabalhem para desenvolver redes comunitárias acessíveis, gerenciadas a nível local e que estejam implementando soluções criativas de baixo custo para levar conectividade às regiões sem serviço da Internet.

Para obter mais informações sobre o que abrange uma rede comunitária, é recomendável visitar a seguinte descrição da Internet Society: https://www.internetsociety.org/issues/community-networks/.

Como candidatar e datas importantes

Os projetos deverão ser apresentados na plataforma de candidaturas de FRIDA clicando aqui: https://programafrida.net/pt-br/plataforma-de-candidaturas-frida. Nota: As propostas serão recebidas até o dia 15 de maio às 23:59h (UTC-3), horário do Uruguai.

A chamada 2018 estará dividida em duas etapas. Na primeira etapa, os candidatos apenas deverão apresentar um resumo de seu projeto usando a plataforma de candidaturas de FRIDA. Somente os projetos que fiquem pré-selecionados vão passar para a segunda etapa em que será solicitada a apresentação de uma proposta mais detalhada.

  • Abertura da chamada: Quarta-feira 4 de abril de 2018.
  • Prazo para apresentação de resumos: Terça-feira 15 de maio de 2018 às 15.59h (UTC-3).
  • Anúncio de projetos pré-selecionados: Quarta-feira, 13 de junho de 2018.
  • Apresentação de proposta detalhada dos projetos pré-selecionados: Quarta-feira 13 a sexta-feira 29 de junho de 2018
  • Anúncio de resultados: Segunda-feira 6 de agosto de 2018.

Recomenda-se ler as perguntas frequentes antes de candidatar. Se tiver alguma dúvida, pode consultar pelo endereço: frida@lacnic.net.