Novidades

Unidas pela equidade de gênero

No âmbito de uma palestra em Punta Cana durante o evento LACNIC 31, Carmen Denis (México), Nathalia Sautchuk (Brasil), Paola Pérez (Venezuela) e Erika Vega (Colômbia) iniciaram o projeto do Centro de Mulheres em Tecnologia Mx (CMTMx).

Com o objetivo de favorecer uma maior presença feminina no mundo das Tecnologias da Informação –

Unidas pela equidade de gênero

No âmbito de uma palestra em Punta Cana durante o evento LACNIC 31, Carmen Denis (México), Nathalia Sautchuk (Brasil), Paola Pérez (Venezuela) e Erika Vega (Colômbia) iniciaram o projeto do Centro de Mulheres em Tecnologia Mx (CMTMx).

Com o objetivo de favorecer uma maior presença feminina no mundo das Tecnologias da Informação –

Um laboratório para incentivar o interesse pelas matemáticas e tecnologias da informação

Com o apoio do programa FRIDA do LACNIC, o projeto “ Laboratório Móvel para o Desenvolvimento de Habilidades em Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemáticas (STEM)” conseguiu enriquecer a prática de professores colombianos através da capacitação no jargão de programação e robótica.

Esta iniciativa da Universidade Magdalena da Colômbia recebeu verbas do programa FRIDA no ano passado para aumentar a participação de meninas de idade inicial em tecnologia,

Fundos de FRIDA impulsionam as redes comunitárias na Colômbia

As redes comunitárias da Internet tornaram-se uma alternativa viável para fornecer acesso à Internet às populações desconectadas na América Latina e o Caribe. Colnodo, na Colômbia, é um desses projetos que procura conectar o mundo digital aos habitantes de áreas remotas ou rurais, onde as grandes companhias não chegam.

Os recursos obtidos no ano passado através do programa FRIDA de LACNIC,

Chamada 2019: Anúncio de projetos pré-selecionados

O Programa FRIDA tem o prazer de anunciar a lista de projetos pré-selecionados da chamada 2019.

Neste ciclo, o programa recebeu um total de 490 candidaturas para o Prêmio FRIDA sobre Redes Comunitárias e para o Subsídio FRIDA sobre Tecnologias e Gênero.

Chamada FRIDA 2019 para projetos sobre redes comunitárias e equidade de gênero

O Fundo Regional para a Inovação Digital na América Latina e o Caribe (FRIDA) abre sua chamada 2019 para financiar projetos na região, com ênfase em redes comunitárias e iniciativas lideradas por mulheres que promovam a equidade de gênero na tecnologia.

A chamada de FRIDA (www.programafrida.net) abre na segunda-feira 1 de abril e haverá prazo até quarta-feira 15 de maio para apresentar os resumos executivos dos projetos candidatados.

Redes comunitárias lideradas por mulheres de comunidades quilombolas e marisqueiras

Dois projetos de redes comunitárias liderados por mulheres indigenous levarão a Internet para comunidades do nordeste brasileiro, em uma iniciativa financiada pelo Programa FRIDA de LACNIC.

Ambas as propostas foram selecionadas em uma chamada feita pela organização Artigo 19 do Brasil para apoiar comunidades em áreas vulneráveis no acesso ao mundo digital.

Uma plataforma contra a difusão de imagens íntimas

Acoso.Online é o primeiro site da Internet na América Latina direcionado para lidar com a distribuição não consensual de imagens íntimas. A iniciativa, originada no Chile, fornece orientação direta para lidar com esse tipo de violência contra mulheres e pessoas LGBTQI.

Com o financiamento de FRIDA, alcançado na chamada de 2018,

A conectividade comunitária como alternativa

As redes comunitárias tornaram o acesso à Internet uma realidade para milhares de latino-americanos que vivem em áreas consideradas de vulnerabilidade econômica e social. Ali, aonde as grandes companhias não chegam com suas fibras e equipamentos sem fio, estes projetos sociais permitiram que muitas pessoas se conectassem à Internet e evitassem ser relegadas também do mundo digital.