Novidades

Chamada 2019: Anúncio de projetos pré-selecionados

O Programa FRIDA tem o prazer de anunciar a lista de projetos pré-selecionados da chamada 2019.

Neste ciclo, o programa recebeu um total de 490 candidaturas para o Prêmio FRIDA sobre Redes Comunitárias e para o Subsídio FRIDA sobre Tecnologias e Gênero.

Chamada FRIDA 2019 para projetos sobre redes comunitárias e equidade de gênero

O Fundo Regional para a Inovação Digital na América Latina e o Caribe (FRIDA) abre sua chamada 2019 para financiar projetos na região, com ênfase em redes comunitárias e iniciativas lideradas por mulheres que promovam a equidade de gênero na tecnologia.

A chamada de FRIDA (www.programafrida.net) abre na segunda-feira 1 de abril e haverá prazo até quarta-feira 15 de maio para apresentar os resumos executivos dos projetos candidatados.

Redes comunitárias lideradas por mulheres de comunidades quilombolas e marisqueiras

Dois projetos de redes comunitárias liderados por mulheres indigenous levarão a Internet para comunidades do nordeste brasileiro, em uma iniciativa financiada pelo Programa FRIDA de LACNIC.

Ambas as propostas foram selecionadas em uma chamada feita pela organização Artigo 19 do Brasil para apoiar comunidades em áreas vulneráveis no acesso ao mundo digital.

Uma plataforma contra a difusão de imagens íntimas

Acoso.Online é o primeiro site da Internet na América Latina direcionado para lidar com a distribuição não consensual de imagens íntimas. A iniciativa, originada no Chile, fornece orientação direta para lidar com esse tipo de violência contra mulheres e pessoas LGBTQI.

Com o financiamento de FRIDA, alcançado na chamada de 2018,

A conectividade comunitária como alternativa

As redes comunitárias tornaram o acesso à Internet uma realidade para milhares de latino-americanos que vivem em áreas consideradas de vulnerabilidade econômica e social. Ali, aonde as grandes companhias não chegam com suas fibras e equipamentos sem fio, estes projetos sociais permitiram que muitas pessoas se conectassem à Internet e evitassem ser relegadas também do mundo digital.

Fazer em vez de ver: projeto para estimular a participação de mulheres em carreiras tecnológicas no Uruguai

Determinadas a tentar reverter uma tendência mundial quase inexorável, um grupo de professoras da Faculdade de Engenharia da Universidade da República do Uruguai decidiu criar um projeto para estimular uma maior participação das mulheres nas carreiras tecnológicas, particularmente naquelas relacionadas ao mundo das TICs.

A partir desse impulso nasceu o projeto Promovendo carreiras de TICs em adolescentes no Uruguai,

A luta por maior presença feminina nas enciclopédias do SXXI

Contar os fatos na Internet com vozes femininas para tentar reduzir a lacuna de gênero. Isso foi proposto por um grupo de mulheres da Wikimedia México, dando origem ao que hoje conhecemos como Editatona, uma maratona exclusiva para mulheres na qual são feitas a edição, criação e aprimoramento dos artigos da Wikipédia com fontes confiáveis e verificáveis sobre um assunto específico.

SIVIPCAN: o software que ajuda a prevenir o câncer

A Fundação Movicancer, organização da Nicarágua apoiada pelo programa FRIDA de LACNIC em 2014, conseguiu transcender as fronteiras de seu país com seu sistema SIVIPCAN, um software que colabora com a prevenção do câncer.

Gracas a seus resultados bem sucedidos, o programa foi selecionado pela Rede de Institutos e Instituições Nacionais do Câncer da União das Nações da América do Sul (UNASUR) para sua implementação em pelo menos oito países do Cone Sul e quatro da América Central.

Chamada 2018: Anúncio de projetos pré-selecionados

O Programa FRIDA tem o prazer de anunciar a lista de projetos pré-selecionados da chamada 2018.

Neste ciclo, o programa recebeu um total de 417 candidaturas entre subsídios, prêmios e escalonamentos para os dois temas principais: redes comunitárias e tecnologias, e gênero.

Os projetos pré-selecionados são: