O Fundo Regional para a Inovação Digital na América Latina e o Caribe (FRIDA) anuncia sua chamada 2017 para financiar e reconhecer iniciativas que promovam o desenvolvimento da Internet e impulsionem a adoção de soluções digitais para dar resposta a desafios socioeconômicos na região.

Por meio da chamada 2017, o Programa FRIDA irá entregar este ano dois prêmios e um subsídio.

Desde 2004, FRIDA já tem distribuído mais de US$ 1.5 milhões de dólares entre mais 120 iniciativas e projetos inovadores de 18 países da região, contribuindo a impulsionar o desenvolvimento da Internet na América Latina e o Caribe.

Para facilitar o processo de candidaturas, a chamada 2017 estará dividida em duas etapas. Na primeira etapa, os candidatos deverão apresentar um resumo do seu projeto da quinta-feira 10 de maio à sexta-feira 23 de junho. Somente os projetos que fiquem pré-selecionados vão passar para a segunda etapa em que será solicitada a apresentação de uma proposta mais detalhada, a ser entregue de 10 a 31 de julho.  Como nos anos anteriores, a seleção será realizada por um júri profissional experiente das TIC da América Latina e o Caribe. Os resultados finais serão anunciados no site e nas redes sociais de FRIDA, na quarta-feira 30 de agosto.

Prêmios FRIDA. Neste ciclo serão entregues duas distinções. Para o primeiro prêmio, serão aceitas candidaturas alinhadas com as três categorias temáticas do Programa FRIDA: Desenvolvimento da Internet, Internet e Participação, e Tecnologias e Comunidade. O segundo prêmio, por outro lado, será para projetos liderados por mulheres que promovam a igualdade de gênero por meio das tecnologias. Os vencedores receberão cinco mil dólares; uma viajem para participar do Fórum da Governança da Internet em Genebra, a ser realizado de 18 a 22 de dezembro; apoio para acessar networking; e fortalecimento institucional.

Subsídios FRIDA. No caso da chamada para Subsídios, será outorgado apoio financeiro para um único projeto sob a categoria temática “Desenvolvimento da Internet”. Serão aceitas propostas que procurem implementar soluções inovadoras para o desenvolvimento de uma Internet aberta, estável e segura, incluindo questões tais como acesso, infraestrutura, Internet das Coisas, IPv6, segurança cibernética, padrões abertos e governança da Internet. O apoio será de US$ 20.000 dólares, e a organização vencedora terá 12 meses para concluir a implementação das atividades.

LACNIC entende que é crucial fomentar o envolvimento das mulheres em tecnologia; isso quisemos refletir com a incorporação de uma categoria focada em gênero dentro dos Prêmios FRIDA, garantiu Carolina Caeiro, responsável por esta iniciativa de LACNIC. Assim mesmo, salientou que o processo de seleção, que começa com a apresentação de um resumo do projeto, procura facilitar a indicação de candidatos, bem como reduzir o tempo que uma organização deve dedicar para a elaboração de uma proposta.

Confira os detalhes da chamada http://programafrida.net/