O programa FRIDA de LACNIC conjuntamente com seus sócios da aliança Seed Alliance, ISIF Ásia de APNIC e AFRINIC da África, vão ter uma forte presença no Fórum de Governança 2016 que será realizado em Guadalajara (México) de 6 a 9 de dezembro.

Durante o IGF, FRIDA vai organizar duas oficinas sobre cibersegurança e empreendedorismo, vai realizar a premiação dos vencedores dos prêmios FRIDA e vai instalar um estande no Palácio da Cultura e da Comunicação de Guadalajara, sede do Fórum de Governança.

Na terça-feira 6, FRIDA e seus sócios da Seed Alliance vão realizar no IGF seu primeiro workshop que tratará sobre a cibersegurança nos países do sul. A sessão vai contar com a participação de Carlos Martínez, CTO de LACNIC, como moderador e de palestrantes de destaque, todos eles especializados em cibersegurança (https://www.intgovforum.org/cms/igf2016/index.php/proposal/view_public/26).

Esta iniciativa vai tentar mostrar como as economias em desenvolvimento estão trabalhando para abordar os problemas de cibersegurança, destacando os empreendimentos de suas regiões.

A este respeito é de salientar que este ano FRIDA teve uma categoria específica, com recursos da Internet Society, que concedeu apoio financeiro a dois empreendimentos de países da região que procuram melhorias à segurança na Internet: os projetos Proteção de TOR contra o Tráfego Malicioso do Brasil e Segurança BGP em infraestrutura da Rede Nacional Acadêmica de Tecnologia Avançada (Colômbia).

O projeto Proteção de TOR contra o tráfego malicioso da Universidade Estatal de Campinas (Brasil) propõe implementar uma solução ao crescente tráfego de código malicioso que opera sobre esta rede.

Por sua vez, a iniciativa Segurança BGP em infraestrutura da Rede Nacional Acadêmica de Tecnologia Avançada (Colômbia) consiste na implementação da validação de origem nas rotas de BGP da rede de RENATA.

Premiados de FRIDA. Também durante o Fórum de Governança, LACNIC irá entregar na terça-feira 6 as distinções para os dois vencedores dos prêmios FRIDA 2016 reconhecendo iniciativas e práticas inovadoras que contribuíram ao desenvolvimento social e econômico da região: AgriNeTT da Universidade de West Indies (Trinidad e Tobago) e Mexicoleaks (México).

No caso de AgriNeTT trata-se de um projeto da Universidade de West Indies de Trinidad e Tobago que incorpora as TIC na área da agricultura desse país caribenho, promovendo o uso de ferramentas digitais na comunidade de produtores e instituições agrícolas para ajudá-las a liderar o crescimento econômico da área e aumentar sua competitividade.

Enquanto isso, Mexicoleaks é uma plataforma independente de denúncia cidadã e transparência, ao serviço da sociedade mexicana para revelar informações de interesse público.

Finalmente na sexta-feira, FRIDA, ISIF Ásia e AFRINIC realizarão um segundo workshop, sobre empreendedorismo e inovação nos países do sul. Atuará como moderador Kevon Swift, Líder das Relações Estratégicas e Integração de LACNIC, e no painel vão estar, entre outros, Carolina Caeiro (LACNIC), Sylvia Cadena (ISIF Ásia), Dr. Nii Quaynor (África), Titi Akinsanmi (Google).

https://www.intgovforum.org/cms/igf2016/index.php/proposal/view_public/212

Esta oficina vai analisar os desafios que enfrentam os inovadores e os empreendedores dos países em desenvolvimento e tentará identificar oportunidades disponíveis para a inovação da Internet nos países do Sul Global.

Não esqueçam que durante todo o IGF, será instalado um estande de Seed Aliance, onde os premiados de FRIDA e os que receberam subsídios em cibersegurança de LACNIC poderão interagir com os participantes do Fórum.